Caos em Porto Alegre com a greve geral dos rodoviários

 

Sindicato afirma, paralisação deve permanecer por tempo indeterminado

O Sindicato dos rodoviários pôs em prática a ameaça de paralisação geral nesta manhã de quarta feira. 

A ameaça de paralisação geral dos rodoviários foi posta em prática, e nenhum ônibus circula pelas ruas da Capital desde o início da manhã desta quarta-feira. 

Os piquetes formados em frente às empresas impedem que os ônibus circulem.

Desde segunda-feira, os 30% da frota que circulavam foram retirados de circulação, a greve geral foi decretada.

Em reunião com empresários, Ministério Público, Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) e Justiça no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), a categoria aceitou cumprir a determinação da Justiça de colocar 70% da frota nas ruas durante o horário de pico. O Sindicato voltou a atrás ao receber pressão dos sindicalistas, e decretou a paralisação geral.

A EPTC anunciou que as lotações estão autorizadas a transportar passageiros em pé. E os ônibus intermunicipais circulam normalmente. 

REBG
Margarete Fraga 

 


© Copyright 2011 - Todos os Direitos Reservados - Revista Espaço Brasil Gente
Desenvolvido por: