Aprenda Contar Histórias e Piadas - Método prático e rápido

Desde a época das cavernas o homem gosta de contar histórias. Esse costume começou por um motivo simples: pessoas se interessam por histórias.

Histórias e piadas com um fundo moral contadas no momento certo marcam profundamente. São grandes aliadas, ajudam a quebrar o gelo e quando se tem um problema é bom ouvir para ficar menos tenso.

Todos nós conhecemos pessoas que são excelentes contadores, outras que são um verdadeiro fracasso e aquelas que preferem somente ouvir, curtir e quando solicitadas ficam sem graça, alegando que não sabem contar.

Uma piada é a soma da história que é contada e do modo de contá-la. Se apóia do jeito pessoal do contador, a voz, as expressões faciais, a gesticulação expressiva e envolvente.

A grande maioria das piadas repousa numa surpresa, numa reviravolta que ocorre geralmente  na última frase. É como contar uma história, tem uma seqüencia e uma surpresa.

Descrição, ação, dialogo e narração são os elementos básicos para se contar uma história e elas tem que ser contadas com envolvimento e com um objetivo: divertir ou meditar.

As técnicas para aprender a contar piadas e história são muito simples. É pesquisar, selecionar, escrever, ler em voz alta, praticar sozinho e contar para o mundo.

Com apenas vinte piadas e histórias você pode monopolizar um auditório ou uma roda de amigos por mais de uma hora. Isso sendo só você a contar.

Imagine 50, 60, 80, 100 ... com o passar do tempo terá um repertório expressivo.

Estabeleça uma meta com cinco piadas e histórias por semana.

Pesquise, analise histórias com fundo moral marcantes e selecione. Faça o mesmo com piadas. Sendo ótimas para você tenho certeza que será para muitos.

Escreva e  leia em voz alta quantas vezes forem necessárias. O importante no início é até decorar. Após absorver, pratique e treine contando para você mesmo diante de um espelho. Valorize a história com sua atuação.

Quando estiver pronto comece com alguém da família, da empresa, melhor amigo. Nunca perca a oportunidade de contar. Faça o mesmo com as próximas.

Em nosso dia-a-dia e quando nos reunirmos com familiares e amigos, alguém sempre começa contando uma piada, criando um ambiente descontraído, alegre, contagiando todos ao riso e estimulando outros a contar.

Feche os olhos. Imagine você seguro de si, confiante, determinado e transmitindo historias e piadas fazendo parte como contador. São momentos especiais. São momentos mágicos.

Se acham você um chato por contar piada mal, espero que não tenha perdido o humor e nem a confiança. Comece a praticar e quando tiver oportunidade surpreenda.

Quando contar sua história ou piada:

1- Olhe as pessoas que estão ouvindo. Isso ajuda a envolvê-las na narração.

2- Se a história ou piada requer, faça expressões e gestos eloqüentes. Faça. Atue.

3- Mudar o tom de voz para interpretar a fala dos personagens ajuda o expectador a entrar na história.

4- Piada e história precisam de ritmo, se for longa ou lenta demais poderá perder a atenção do ouvinte.

5- O ouvinte precisa entender o que você diz. Não use palavras complicadas nem fale baixinho.

6- Crie suspense para prender a atenção. Faça pausa antes de momentos importantes da história ou piada.

7- Quem deve rir é quem escuta, não quem narra, senão o público se desconcerta e fica confuso.

Você tem o maior poder que é o poder de decisão. Se quer realmente aprender ou se aprimorar tem que investir em você. Decida-se e comece agir.

Boa sorte & sucessos.



REBG
Edson Roberto Mari
Colunista de Markenting & Vendas


© Copyright 2011 - Todos os Direitos Reservados - Revista Espaço Brasil Gente
Desenvolvido por: